Estudante de Publicidade e Propaganda é contratado por empresa do exterior

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

06/05/21 às 14h53
Jady Alves

Caio compartilha suas experiências e fala sobre como se sobressair no mercado de trabalho do exterior (Foto: Cedida/ Caio César Barros) 

Já pensou em ainda não ter se formado e mesmo assim ser contratado por empresas estrangeiras? Pois é, isso é possível! A Escola de Comunicação e Estratégias Digitais da Unoeste prepara muito bem os seus alunos para o mercado de trabalho, com bons professores e estrutura completa em cada curso. 

O aluno do 8º termo do curso de Publicidade e Propaganda, Caio César Barros, compartilha como conseguiu emprego em uma empresa que trabalha com dados de tráfego aéreo, com sede em Tampa, Flórida, e escritório executivo em Lisboa, Portugal, e como essa experiência está sendo para ele. 

Desde que ingressou no curso, Caio sempre foi muito dedicado e aproveitou ao máximo as oportunidades que tinha dentro da universidade. A chance de trabalhar na AirNav Systems surgiu quando ele fez um trabalho acadêmico sobre a empresa, na disciplina de Promoção de Vendas e Merchandising”. Ele entrou em contato com os responsáveis, que o chamaram para uma entrevista e o contrataram. 

“Eu sempre fui muito empenhado na universidade. Sempre tentei absorver ao máximo o que os professores ensinavam e isso me ajudou muito. Estudar, correr atrás e se esforçar vale a pena, porque depois você é reconhecido pelo mercado”, conta Caio. 

Hoje o estudante atua na parte de marketing da AirNav Systems, assim como em tudo o que envolve a comunicação deles. Caio comenta que uma das suas disciplinas favoritas da faculdade era Comunicação Empresarial e que, agora, ele usa muito os ensinamentos no mercado de trabalho. 

A empresa na qual Caio trabalha presta serviços de trafego aéreo para o Google, o Facebook, o governo dos Estados Unidos, a Embraer, companhias aéreas como a KLM, entre outros. 

Caio ressalta a importância de buscar conhecimentos fora da universidade e comenta que tem curso de branding e marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). “Sempre se qualificar, sempre ser o melhor que você possa ser. O mercado hoje não quer pessoas medianas, ele quer pessoas muito boas. As melhores.” 

MERCADO DE TRABALHO E ADAPTAÇÕES NO EXTERIOR 

Como funciona o mercado no exterior? Como se adaptar a novas culturas e formas de trabalho? Caio já teve experiências com outras empresas estrangeiras e pode falar sobre as diferenças delas em relação às do Brasil. 

“Na comunicação tudo é contexto. Então você tem que entender o contexto do país que você está trabalhando. No meu caso, é uma empresa que atende o mundo inteiro, então eu tenho que entender o contexto de cada país que eles trabalham e a partir disso adaptar a comunicação e a estratégia que eu faço”, explica o estudante. 

Caio fala um pouco sobre como a carga horária de trabalho na Europa é diferente. “Nós trabalhamos part time ou full time, que não Brasil não tem isso. Na part time, você trabalha quando tem tempo, que é o meu caso. E full time é o tempo todo. Geralmente o part time na Europa é por tarefas, então você tem uma determinada tarefa para fazer, você faz, termina e acabou, é isso, então é muito diferente”. 

Um ponto importante para quem quer tentar uma vaga no exterior é a questão linguística. “No meu caso, o meu trabalho é totalmente em inglês. Para mim, não é problema, porque eu falo inglês, mas para quem não fala, tem muito problema de entrar no mercado internacional. Na área de publicidade e marketing, se você souber falar muito bem inglês, você arruma emprego em qualquer lugar do mundo”, acrescenta Caio. 

“Eu tenho amigos no mundo inteiro, em mais de 80 países, então isso é algo que é muito bom porque eu tenho muito contato. Eu gosto de aprender sobre outros países, outras culturas. Eu falo português, inglês, espanhol, italiano, francês, alemão, finlandês, sueco e também sei um pouco de hebraico”, comenta Caio sobre network e os idiomas que domina. 

DICAS E AGRADECIMENTOS 

Além da dominação de mais de um idioma, incluindo o inglês, e uma boa rede de contatos, Caio fala bastante sobre caráter. “Humildade, respeito e esforço são três palavras que eu dou de dica para quem quer ter sucesso na área”, complementa. 

“Outra dica que eu dou é tratar muito bem as pessoas, independentemente de quem seja. Eu sempre fiz isso e sou muito humilde com as pessoas, trato muito bem, da melhor forma que eu posso. Quando você trabalha com comunicação tem que ser dessa forma: tratar as pessoas com respeito. Ninguém gosta de quem é ‘desumilde’ e arrogante”, ressalta o aluno. 

Para finalizar, Caio agradece aos professores: “Todas as vezes que eu precisei de conselho, eles me deram. Sempre me apoiaram nas minhas empreitadas. São os melhores professores que eu tive. Tudo de marketing e comunicação eu aprendi na faculdade. Tenho muitos amigos que são publicitários em outros países e tudo o que eles aprenderam, eu também aprendi, e até mais do que eles”. 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Portal FACOPP | Faculdade de Comunicação Social "Jornalista Roberto Marinho" de Presidente Prudente | © 2019 Todos os direitos reservados.