Estudantes da Facopp recebem orientações sobre intercâmbio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

26/04/2018 às 21:52 – Atualizado em: 02/05/2018 às 19:17 
Daniel Alvarez, João Lucas Martins e Larissa Biassoti

Adriano Batista

Assessora de Relações Interinstitucionais da Unoeste conta sua experiência de mobilidade internacional


Há sempre um lugar ou até mesmo um país no qual cada pessoa costuma se identificar, seja devido ao amor pela cultura, por querer conhecer o mundo e até mesmo para estudar. Não tem como não se imaginar em um intercâmbio, não é?  

Foi pensando nisso que a Facopp convidou na quinta-feira (26/04), a coordenadora das relações interinstitucionais, Adiane Mitidiero, para contar um pouco sobre a sua trajetória como “nômade” e também instruir os estudantes que possuem esse desejo de se aventurar.

A palestra teve como tema a “Mobilidade internacional”. Adiane logo no início das discussões se denominou como sonhadora por natureza, já que para conhecer novas pessoas e lugares, é necessário que se tenha fome de vida, um propósito e motivação.

Mochileira desde os 15 anos, ela conta que o principal a se fazer para realizar o objetivo de conhecer outro país é ter planejamento, buscar saber o porquê de querer estar naquele destino e não fugir desse foco, além de ter garra e fazer o que for preciso para conquistar seu espaço.

“Hoje o diploma ao aluno é o mínimo, assim com ter a língua inglesa, o intercâmbio vai trazer habilidades e competências que são necessárias hoje no mercado de trabalho, você tem que desenvolver seu potencial de comunicação, ter empatia, entender as questões culturais, ser um solucionador de problemas, porque você vai enfrentar muitos desafios,” afirma Adiane.

Outro fator importante, segundo a coordenadora, é investir no currículo acadêmico na graduação, participar de projetos, desenvolver trabalhos voluntários, tudo que proporcione um diferencial entre os demais.

A aluna do 3º termo de Jornalismo, Isabela Souza Silva, comenta que a palestra foi um incentivo. “Muitas pessoas que não queriam e nem pensavam em fazer um intercâmbio e agora já mudaram a visão, estar indo para fora é uma forma de conseguir novas formas de aprender, adquirir novos conhecimentos”.  

Já Daniela Silva, do 1º termo de Jornalismo, diz que sua vontade é ir para os Estados Unidos para aprender o inglês no local, pois vê como uma vantagem para a sua formação e também pensa em fazer uma pós-graduação no exterior.

João Martins, também é estudante de Jornalismo e está no 5º termo, segundo ele, sua paixão é o inglês e por isso costuma ouvir músicas, ver séries, filmes, tudo que seja relacionado à cultura. “Se eu tivesse a oportunidade de fazer intercâmbio, com certeza aproveitaria o máximo, tiraria toda a experiência possível, para depois contar a minha família o quão legal foi e como eu aprendi com as outras pessoas, é incrível poder conhecer coisas novas”.  

Conecte-se 

A Unoeste possui um grupo no Facebook em que todos podem falar sobre intercâmbio, trocar dicas e experiências. Compartilhe conosco e entre nesse papo!
    

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Portal FACOPP | Faculdade de Comunicação Social "Jornalista Roberto Marinho" de Presidente Prudente | © 2019 Todos os direitos reservados.