Estudantes desenvolvem produtos físicos e virtuais em Projeto Integrador

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

15/12/2020 às 17:15
Izabelly Fernandes

Foram apresentados seis produtos voltados principalmente para o universo tecnológico (Foto: Reprodução Youtube)

Os “filhos do Projeto Integrador” entregaram mais resultados inovadores para a Facopp! Apelidado assim pela coordenadora de Publicidade e Propaganda, Larissa Crepaldi, devido ao fato de a turma realizar trabalhos interdisciplinares desde o início da faculdade, o 4º termo do curso desenvolveu nesse semestre produtos físicos e virtuais como prática de estratégias mercadológicas. A apresentação ocorreu na última quinta-feira (10/12), pelo canal do Youtube da TV Facopp Online.

Ao todo, foram expostos seis produtos e oito professores tiveram a responsabilidade de orientar todas as etapas, propondo o desafio aos estudantes. Integrando nove disciplinas, a prática teve como objetivo fazer com que os alunos adquirissem o conhecimento com a integração curricular dentro das expectativas do mercado, despertando nos graduandos um olhar investigativo para o mundo.

Para o professor Matheus Monteiro, a turma desenvolveu os projetos com muita “maestria, atitude e habilidade”, deixando de lado as adversidades da Covid-19 e gerando bons resultados. O docente Marcelo Mota também acredita que as produções impressionaram bastante, pois houve muita clareza e objetividade nas propostas, materializações excelentes, domínio da representação gráfica e, claro, sempre aplicando os conceitos de todas as disciplinas. “Muitas vezes, nós como professores pensávamos: ‘nossa que ousados’ ou ‘que ideia maluca’, mas eles provaram que é possível! Cada grupo com suas particularidades, muitos anseios interessantes para o mundo social e mercadológico, mas sempre inserindo algo novo na sociedade”, reflete.

Produtos

Voltado para o universo dos aplicativos, foram criados três modelos. O WhatFood consiste em um app com objetivo de ajudar na organização e planejamento alimentar e surgiu diante do momento de isolamento imposto pela pandemia, que fez com que as pessoas passassem mais tempo dentro de casa. Já o Freetelancer é uma junção de um serviço de entrega com um aplicativo. Inspirado em serviços como Uber e Blá Blá Car, o app possui a opção de oferecer ou procurar “caronas” para encomendas, que tem o objetivo de ser mais rápido e de baixo em relação às transportadoras. Dentro do nicho dos empregos, também foi apresentado o New Job, um app que auxilia na oferta e demanda por trabalho entre empregadores e candidatos. Nele, o usuário pode ofertar ou procurar um emprego, além de construir um network e divulgar um serviço.

Ainda ramo tecnológico, também foi desenvolvida a Smartbag, uma mochila inteligente, que pode ser conectada ao smartphone e possui uma série de opções que pode facilitar o dia a dia de quem sempre precisa levar muita coisa para onde vai. Esse foi uma remodelação de um projeto criado pelos alunos já no primeiro termo e que agora conta com mais facilidades e mudanças no público-alvo.

Ligando à tecnologia e à contribuição social, seis meninas criaram o Melipona, um dispositivo que auxilia na segurança das mulheres que costumam ou precisam sair sozinhas com frequência. Trata-se de uma pulseira que por meio de uma conexão via bluetooth com o smartphone, ao se sentir em perigo, a mulher poderá apertar um botão na pulseira, que vai emitir um alerta com geolocalização para um contato confiável cadastrado no aplicativo do celular.  “Desenvolver um produto é muito mais do que pensar em soluções inovadoras. Antes, nós precisamos voltar o nosso olhar para as necessidades do mercado e ver quais ainda não estão sendo atendidas pelas marcas. Esse foi nosso objetivo”, explica Bruna Minoru, uma das integrantes do grupo.

E, para fechar, ainda foi apresentado o Recicla Shoes que, baseada no conceito de sustentabilidade, é uma empresa voltada à reutilização de calçados sociais, com um preço acessível e que auxilia na diminuição do consumismo. O grupo também pensou em lojas físicas e online, sempre mantendo um engajamento, principalmente por meio de anúncios feitos por influencers da região.

Gostou de algum projeto? Então confira os detalhes da noite!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Portal FACOPP | Faculdade de Comunicação Social "Jornalista Roberto Marinho" de Presidente Prudente | © 2019 Todos os direitos reservados.