Ex-aluna se torna primeira mulher eleita prefeita de Presidente Venceslau

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

18/11/2020 às 12:23
Izabelly Fernandes

Barbara foi aluna de Jornalismo na turma de 2010 da Facopp e foi eleita prefeita de Presidente Venceslau. (Foto: Cedida/Barbara Vilches)

Em um cenário visto como tradicionalmente masculino, a política tem presenciado cada vez mais a entrada da presença feminina. Esse é o caso da ex-aluna da Facopp, Barbara Vilches, que foi eleita nas eleições municipais do último domingo (15/11) e se tornou a primeira mulher prefeita de Presidente Venceslau.  Com 33 anos, ela ainda é a pessoa mais jovem a assumir o poder executivo da cidade e, além disso, nunca havia exercido nenhum cargo político anteriormente.

Ela, que nunca teve pretensão política, no início da campanha ainda estava desacreditada sobre a possibilidade de vitória. Por exercer um trabalho social na cidade, Barbara conta que algumas pessoas chegaram a procurá-la para convencê-la a se candidatar, pois acreditavam que ela seria o perfil ideal para a cidade. Diante disso, ela procurou um partido que acreditou em sua proposta de renovação e seguiu em frente na corrida eleitoral, da qual saiu vitoriosa.  “Me sinto muito honrada e grata por poder trabalhar pela cidade. É um sentimento de responsabilidade enorme,  pois temos a finalidade de fazer uma política para o bem comum. Acredito que as pessoas me elegeram esperando isso”, conta.

Além de Presidente Venceslau, as cidades de Caiuá, Piquerobi e Presidente Epitácio também elegeram mulheres para a prefeitura. Barbara diz que já faz um bom tempo em que as mulheres vêm conquistando o espaço em diversos setores, mas somente agora as pessoas conseguiram enxergar a importância da presença feminina das estruturas da sociedade. “Eu acho que as pessoas queriam algo diferente esse ano e a mulher tem esse tratamento diferenciado, principalmente com a questão da humanização, que acaba sendo muito importante para o setor público”, reflete.

Fruto da Facopp

Barbara se formou em Jornalismo na turma de 2010 da Facopp. Quando foi questionada pelo pai sobre cursar uma universidade, a princípio Barbara pensava em seguir no ramo das Relações Públicas. Mas como não queria ter que se ausentar da cidade, resolveu fazer o curso de Comunicação Social da Unoeste. No início da faculdade, ela admite que não era tão comprometida com os estudos. Isso fez com que ela trancasse o curso por um tempo, mas logo depois se encantou de novo com a graduação.

“No fim do curso eu fiz um TCC, cuja peça prática era um projeto de assessoria de imprensa voltado para a Apae de Presidente Venceslau. Com essa experiência na faculdade, acredito que foi a primeira vez que a semente do trabalho com o próximo foi plantada no meu coração”, explica.

Jornada

Durante a graduação, Bárbara fez estágio na assessoria de imprensa da Prefeitura de Presidente Venceslau, onde teve o primeiro contato com a política. Depois, ela ainda trabalhou como assessora de imprensa da Câmara Municipal durante quatro anos. Depois de todas essas experiências, Barbara começou a fazer um trabalho social da Casa Lar Aconchego da cidade, onde ficou por dois anos e meio, se tornando interventora com o trabalho de presidente da associação.

“Depois que eu dei início a esse trabalho voltado para a demanda social, foi despertado em mim a vontade de lutar pelo próximo. Diante disso, eu senti que estando na prefeitura, eu poderia fazer muito mais pelas pessoas. Agora que isso se concretizou, terei muita dedicação e compromisso, também ao lado de pessoas que também façam uma boa política para que possamos fazer isso dar certo!”, conclui.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Portal FACOPP | Faculdade de Comunicação Social "Jornalista Roberto Marinho" de Presidente Prudente | © 2019 Todos os direitos reservados.