Fotógrafa fala sobre o funcionamento do mercado de moda

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

14/09/2018 às 15:01 – Atualizado em: 15/09/2018 às 12:46 
Heloisa Lupatini, Larissa Biassoti e Victor Gomes

Pedro Rotta

Laura Dower, ex-facoppiana formada em Publicidade e Propaganda, fechou a 9º Jornada de Comunicação nesta quinta-feira (13/09). Atuando como fotógrafa, ela palestrou sobre o tema Fotografia Editorial, além de ter compartilhado sobre a sua trajetória no mercado de trabalho, principalmente no ramo da moda. 

Para conseguir trilhar esse caminho não foi nada fácil. Segundo a ex-aluna, é preciso ganhar bagagem para estabelecer sua marca e isso só se resolve com o tempo. Foram diversas experiências que ela passou na Publicidade até tornar a sua carreira direcionada à área de fotografia.

“Eu trabalhei em agência durante a faculdade toda, mas assim que eu terminei a graduação eu fui chamada para fotografar os produtos da empresa Cowboys, que é voltada para a moda country. “A partir disso meu olhar se aprimorou, porque  foi nesse momento onde eu comecei a fotografar todos dias. Passei a aderir essa rotina e nesse ponto minha carreira deu um start para a foto”, comenta Laura.

A fotógrafa durante a palestra mostrou diversos trabalhos desde o ínicio da carreira, quando registrava amigos e familiares, até as produções atuais, como fotos conceito, lookbook, para lojas de roupas de festa, de joias e acessórios. Compartilhou também suas produções preferidas. “Eu fotografava tudo no começo, porque precisava desenvolver a técnica para depois conseguir criar a minha linguagem, colocar a minha arte. Eu fiz muitos trabalhos de graça para receber o meu primeiro convite como profissional”. 

 
MERCADO DE MODA 

Manter-se em um mercado tão competitivo como o de moda não é fácil, para permanecer é necessário ter o feeling do mercado. “Quando se pensa em fotografia de moda, é necessário pensar de maneira comercial,  o foco sempre tende a ser a venda do produto”, pontua Laura.

Para o professor de fotografia de moda, Thomas Aguilera, o profissional precisa saber lidar com todos os tipos de ambiente das fotos. “Eu acho mais difícil o fotógrafo de moda fotografar em estúdio. A externa é muito bacana, por conta de todos os recursos, a locação, a iluminação. É claro que existem algumas dificuldades, mas é muito mais interessante para um fotógrafo no sentido da criatividade fotografar externa, pois a locação pode ter mais a ver com o conceito que o cliente está pedindo do que o estúdio onde você tem que fazer isso.”
 
Uma dica que Laura dá aos estudantes que gostariam de seguir o ramo da moda é de posarem para fotos quando tiverem a oportunidade. “Sejam fotografados, porque assim dá para sentir na pele o que a modelo passa e isso facilita o trabalho, porque, caso ela não seja profissional, é muito melhor você conduzi-la. Quando você sente essa dificuldade, você passa a pensar em detalhes que podem fazer com que as fotos fiquem melhores do que o planejado”. 

Outro apontamento feito pela Laura é que a fotografia acontece de acordo sensibilidade do fotógrafo, a maneira de se posicionar pode tornar um trabalho notável ou não. “É importante ter referências principalmente as mais tradicionais para consolidar o seu próprio estilo pessoal e não reproduzir o que já existe. Para ganhar destaque é necessário desenvolver a sua maneira de enxergar o mundo.” 

Ainda segundo Laura, é preciso criar uma lógica para trabalhar no mercado hoje, ter uma rotina de planejamentos, contar com o apoio de uma equipe e não querer produzir de forma individual, ter um roteiro dividido entre produção, Dia D (dia do ensaio fotográfico) e pós-produção.

É importante que o fotógrafo entenda como funciona o mercado e qual o nicho que pode ser rentável para a atuação do profissional, segundo Laura. “Os influenciadores digitais hoje estão em seu momento, eles demandam muito trabalho com foto, então para a gente é muito bom”.

Foi por meio desses digitais influencers que Dower passou a fotografar as modelos nos desfiles da São Paulo Fashion Week. Participar de momentos enriquecedores como este evento, proporcionou a uma rede de conexões para a fotográfa, já que o evento faz parte do calendário anual que Laura faz questão de cumprir.


QUEM PARTICIPOU 

Claudio de Oliveira é publicitário e proprietário um brechó online, que tem como forma de divulgação o uso de fotos conceitos. “As fotos daquele estilo são para mostrar realmente qual é a personalidade da marca, o que fez a empresa crescer tanto durante esse tempo todo foi a qualidade das fotos. E é exatamente o que a Laura estava falando! A gente tem que pegar e adequar conforme a gente vai vendo a demanda, então por mais que a foto seja legal, às vezes não valoriza a peça, foi aí que tive que criar outras estratégias para fazer a venda. ” 

Para o estudante do 2º termo de Fotografia Gabriel Braga, essa experiência foi enriquecedora. “Eu achei a palestra maravilhosa, porque ela consegue passar um conceito incrível. As fotos dela imprimem boa qualidade e o melhor é ver que ela já foi da Facopp, isso incentiva muito a gente ”.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Portal FACOPP | Faculdade de Comunicação Social "Jornalista Roberto Marinho" de Presidente Prudente | © 2019 Todos os direitos reservados.