Unoeste conta com núcleo de apoio psicopedagógico

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

20/03/2019 às 21:09 
Camila Araujo, Pâmela Bugatti e Pedro Silva

Pâmela Bugatti

Alunos em atendimento para resolução de trabalhos acadêmicos; excesso de trabalhos pode ser um motivo de estresse

 

A vida acadêmica traz mudanças na rotina dos estudantes. Por muitas vezes os universitários tem seu cotidiano alterado da noite para o dia ao ingressarem em uma faculdade, o que para muitos pode ser uma alegria constante e já para outros pode trazer dificuldades.
 
A Unoeste conta com o Serviço Universitário de Apoio Psicopedagógico (SUAPp), que tem como objetivo ajudar os aqueles que passam pelos desafios do meio acadêmico.
 
Cecília Creste, coordenadora do curso de especialização em Psicopedagogia, trabalha há nove anos atendendo alunos necessitados, e conta como funciona o SUAPp. “Constitui-se em serviço de apoio psicopedagógico envolvendo aconselhamento e orientação aos estudantes com dificuldades de aprendizagem muitas vezes provocadas por fatores externos à sala de aula”. Ela ressalta que esses instrumentos de apoio são fundamentais nessa fase de transição, que é a entrada em uma universidade.
 
“O SUAPp oferece apoio, acolhimento e orientação aos estudantes que necessitem  de ajuda e suporte. As orientações psicopedagógicas e aconselhamento psicológico são realizados a partir das queixas relatadas pelos estudantes”, explica. Muitas vezes, o grande número de matérias e informações adquiridas necessitam de uma organização e disciplina que o projeto visa ajudar, montado junto com o aluno um fluxograma, organizando de forma diária e semanal as aulas e atividades.
 
Mas e se os problemas não forem derivados do grande acúmulo de atividades, mas sim de ordem emocional ou psicológica? O SUAPp também ajuda. “Caso os problemas sejam desta ordem, é efetuada uma psicoeducação e aconselhamento psicológico, afim de apontar o problema adequadamente ao aluno, bem como, suas origens emocionais ou psíquicas. Posteriormente, neste contexto, é feito um encaminhamento para tratamento médico ou psicológico”, explica Cecília.
 
Transtornos e problemas psicológicos são recorrentes na vida de estudantes do ensino superior, estando eles atrelados ou não à universidade. A psicóloga pontua alguns sintomas que são comuns em atendimentos aos alunos.
 
Fique atento se você está com alguns desses sintomas:
– Insônia
– Desânimo
– Procrastinação
– Ansiedade
– Isolamento
– Choros constantes
– Tensão e estresse psíquicos
– Exaustão
– Falta de vontade para praticar atividades esportivas ou de lazer.
 
Isso pode ser resultado de vários casos como: mudanças de residência e modo de vida, excesso de expectativas sobre os alunos, preconceitos sofridos, problemas financeiros e muitos outros atrelados à vida acadêmica.
 
Todos esses problemas tem tratamentos e soluções que o SUAPp pode promover. E se você está precisando de ajuda, o serviço pode ser facilmente encontrado na plataforma Aprender da Unoeste, onde é possível fazer a inscrição para o programa. O atendimento será agendado e efetuado em um dos pontos de atendimentos do Campus I ou II. Todo esse processo é sigiloso e somente se houver grande necessidade, a coordenação dos cursos ou outros alunos são envolvidos no caso.
 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Portal FACOPP | Faculdade de Comunicação Social "Jornalista Roberto Marinho" de Presidente Prudente | © 2019 Todos os direitos reservados.