Alunos têm o desafio de produzir fotos criativas com casal fictício

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

20/09/2017 às 08:12 – Atualizado em: 20/09/2017 às 09:28 
Bruna Leite

Bruno Aoki

Segundo o docente, o intuito da aula é desenvolver o olhar fotográfico de cada aluno

Os alunos do 2º termo de Fotografia foram desafiados, na noite da última segunda-feira (18/09),  pelo professor Thomas Aguilera, que ministra a  disciplina de Casamento e Eventos, a produzirem fotos criativas, tendo como modelos um casal fictício. O professor explica que o objetivo da aula é exercitar a direção de cena e o uso da criatividade. “A direção é muito importante na fotografia em geral, e eles enquanto graduandos precisam descobrir quais as vias de direção que cada um tem, dessa vez, eles tinham que extrair um sentimento de um casal fictício e isso não é fácil”, ressalta.

O desenvolvimento do olhar fotográfico está totalmente ligado à direção de cena. Thomas destaca que para os estudantes que ainda não estão no mercado de trabalho é um pouco mais difícil desenvolver esse tipo de trabalho. “Eu observo que muitos têm vergonha de pedir para os modelos fazerem determinada pose, mas é ai que entra a aula, o foco é desenvolver o olhar do fotógrafo como um todo”.
 
O professor observa nos alunos uma constante vontade de melhora. “O fotógrafo tem que ser crítico, e aqui vejo que eles fazem as fotos e querem refazer, estão sempre buscando melhorar, se aprimorar, e isso é ótimo”.
 
Thomas diz que cada um tem um olhar diferente do outro, e é exatamente isso que diferencia os estilos fotográficos dos estudantes. Sobre o desenvolvimento da aula o docente ressalta que tem obtido sempre resultados positivos. “Eles são participativos, e esses trabalhos vão agregar muito no portfólio deles”, afirma.
 
Para o aluno Murilo Hernandes, as aulas práticas são sempre desafiadoras, pois tem como foco fazer com que os estudantes exercitem a criatividade ao máximo. “O mais complicado dessa vez foi quebrar o gelo, porque os modelos dessa noite não são um casal, mas durante o decorrer da atividade eu fui ficando mais tranquilo”, conta.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Portal FACOPP | Faculdade de Comunicação Social "Jornalista Roberto Marinho" de Presidente Prudente | © 2019 Todos os direitos reservados.