Professor promove debate sobre cinema em sala de aula

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

13/09/2017 às 10:29 – Atualizado em: 18/09/2017 às 09:38 
Yuri Aquinno Cruz

Jhenifer Rodrigues

Segundo Renato Pandur, o intuito do projeto é fazer com que os alunos entendam a disciplina de maneira mais dinâmica


Os alunos do 4° termo dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda tiveram novidades na disciplina de História e Linguagem do Cinema, ministrada pelo professor Renato Pandur. Nesse semestre, com a exibição de vários filmes para compor o conteúdo da matéria, o docente afirma que a proposta é acompanhar a evolução do cinema.
 
Pandur conta que a ideia surgiu a partir do Cinefórum, evento promovido pela Facopp, que excepcionalmente não aconteceu no semestre passado. Ele comenta que a atividade tem gerado uma participação e resultado surpreendente.  E que, com esse projeto, pretende sair um pouco do formato tradicional de aula, com slides, lousa, giz e o professor falando, e tornar a aula mais dinâmica para os alunos.
 
Segundo o docente, os alunos estão tomando interesse pelo projeto, e também pelo cinema. “No primeiro debate ainda estavam muito tímidos, só aqueles alunos que gostavam mesmo da sétima arte que estavam participando um pouco mais, mas o próprio diálogo entre eles vai estimulando os outros a participarem, então o segundo cinefórum, por exemplo, já foi absurdamente produtivo. Todo mundo falou, todo mundo entendeu.”, diz.
 
Até hoje, os filmes passados foram “M, O Vampiro de Dusseldorf” (1933), com o objetivo de apresentar o movimento do Expressionismo Alemão, e “Cidadão Kane” (1942), filme de Orson Welles. Porém, ele ainda planeja ministrar mais filmes, conforme o conteúdo for evoluindo, como “Star Wars” (1977), “De Volta Para o Futuro” (1985) e “Curtindo a Vida Adoidado” (1986), entre outros. O intuito é chegar até os longas contemporâneos, como os conhecidos filmes de Super-Heróis que estão dominando o cenário cinematográfico.
 
Opiniões
 
A aluna do 4º termo de Jornalismo, Débora Andrade, conta que a partir dessa atividade desenvolveu um olhar crítico sobre os filmes que antes não tinha. “Se fosse para eu sentar com a minha família e assistir, eu ia falar ´muda, coloca outra coisa´. Mas quando você começa a pensar sobre um contexto histórico, e ler os signos do filme, aí te interessa”, diz.
 
Ela fala também que os mini cinefóruns a ajudaram a interpretar melhor os filmes, e que espera aprender mais sobre o conteúdo e passar para os seus familiares. “Acho que tudo na faculdade tem um objetivo, e o meu em si, além de me formar, é claro, é poder passar para as pessoas ao meu redor esse conhecimento que os professores fornecem, porque isso a gente precisa na vida.”, relata Andrade.
 
Já  a estudante do 4° termo de Publicidade, Nathiele Takahara, comenta que acha interessante a linha temporal dos filmes, e que, ao assisti-los, já compara com os atuais. “Existem muitas referências que a gente não sabia de onde vinha, achávamos que era uma coisa nova, e na verdade já foi feito antigamente e nem sabíamos”, comenta.
 
Nathiele ressalta ainda, que a análise dos filmes, desde cenário, cores, movimentos e como era filmado na época, a ajuda a entender melhor o conteúdo passado pelo professor e que tem expectativas são muito grandes, pois sempre foi algo que ela queria estudar.
 
Lucas Medeiros, aluno de Publicidade do período noturno, afirma que os filmes auxiliam a entender a história do cinema e deixa como dica não se limitar somente ao que é lançado atualmente. “Temos que ter a mente mais aberta porque somos muito acostumados com os filmes da maneira que nos é induzido. Antigamente os filmes tinham outra técnica e não deixavam de ser bons”, finaliza.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Portal FACOPP | Faculdade de Comunicação Social "Jornalista Roberto Marinho" de Presidente Prudente | © 2019 Todos os direitos reservados.